Vendas de veículos usados crescem 10% em novembro

As vendas de veículos usados cresceram 10,7% em novembro na comparação com outubro ao alcançar as 897,5 mil unidades, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, de acordo com dados da Fenabrave. Este volume de veículos que trocou de dono também foi 10,6% maior que o verificado em novembro de 2015, quando as transferências somaram 811,2 mil unidades. Segundo o relatório da entidade, foram vendidos em média 5 veículos usados para cada novo emplacado no período.

 

“Assim como no mês anterior, este mercado vem mantendo uma correlação com o mercado de veículos novos, como pode ser visto no índice de proporcionalidade, que se manteve em 5 veículos usados negociados para cada novo emplacado. O destaque em novembro foi o resultado registrado nas vendas de veículos de até 3 anos, que registraram uma alta de 14,7% com relação ao mês de outubro”, analisou o presidente da entidade, Alarico Assumpção Júnior.

 

Todos os segmentos tiveram crescimento na passagem de outubro para novembro, com destaque para ônibus, cujo crescimento foi de 16,7%, para pouco mais de 3,3 mil unidades, enquanto caminhões elevaram suas trocas em 8,4%, para 28,5 mil. Juntos, os comerciais pesados encerram o mês com alta de 9,2%, para um total de 31,8 mil unidades.

 

Com 865,7 mil, a categoria leve anotou incremento de 10,7% das transferências em novembro sobre outubro, impulsionada pela alta de 10,8% dos automóveis, que fecharam o mês passado com um total de 749,6 mil, enquanto comerciais leves somaram 116 mil unidades, 10,3% a mais do que o volume feito no mês anterior.

 

Já no acumulado dos onze meses fechados do ano o setor de usados ainda observa variações negativas em algumas das categorias. Entre elas, a de automóveis, cujo volume de 7,73 milhões ficou 1% abaixo dos 7,82 milhões registrados em mesmo período do ano passado. Comerciais leves fecharam o período com leve alta de 0,5%, para 1,23 milhão. Com isto, o segmento leve registra baixa de 0,86%, para um total de 8,96 milhões.

 

Ônibus também tiveram baixa de 6,3% no comparativo anual, para pouco mais de 36,1 mil chassis. Somado com os caminhões, que assim como comerciais leves, também apresentou ligeira alta, mas de apenas 0,1%, para 301,7 mil unidades, o segmento de pesados encerra o acumulado com retração leve, de 0,6%, para um total de 337,9 mil veículos, entre caminhões e ônibus.

 

Fonte: Automotive Business

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =

Whatsapp