CUT e centrais protestam em 7 de agosto contra desgoverno de Bolsonaro

Será um Dia Nacional de Luta em Defesa da Vida e dos Empregos contra este governo que nada fez de concreto para combater a pandemia do novo coronavírus e está destruindo vidas e empregos

 

A CUT e demais centrais sindicais vão realizar, no dia 7 de agosto, um protesto contra o governo de Jair Bolsonaro (ex-PSL), especialmente contra a falta de uma coordenação nacional no combate a pandemia do novo coronavírus e as consequências desta balbúrdia para a economia e a manutenção e geração de emprego e renda.

 

De acordo com nota divulgada pelas centrais, será um “Dia Nacional de Luta em Defesa da Vida e dos Empregos” contra este governo que vem fazendo tudo ao contrário do que recomendam os especialistas em saúde pública, os organismos e protocolos internacionais.

 

Bolsonaro, diz a nota, “negou a pandemia e adotou medidas equivocadas e desastrosas, que desorganizaram as ações de enfrentamento à pandemia, colocando o Brasil, tragicamente, na iminência de atingir 100 mil óbitos ainda em agosto”.

 

Para os sindicalistas, o descaso do governo jogou “o Brasil na maior crise econômica e social de toda a sua história, com a extinção em massa de empregos e de empresas”.

 

Na nota, eles ainda exigem das autoridades “os equipamentos de proteção individual e coletivo para os trabalhadores das categorias essenciais, em especial os da área de saúde”. E reafirmam a defesa da manutenção do auxílio emergencial de R$ 600, no mínimo até dezembro.

 

Confira aqui a íntegra da nota.

 

Fonte: CUT Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 19 =

Whatsapp