São Leopoldo começa hoje a vacinação de professores contra a Covid-19

A prefeitura de São Leopoldo inicia nesta terça-feira (4) a aplicação de doses remanescentes de vacinas contra Covid-19 em professores e trabalhadores da Educação Infantil que atuam em escolas públicas, privadas e conveniadas da cidade. As doses que serão aplicadas são as que sobram nos frascos abertos ao final do processo diário de imunização dos habitantes da região.

Na segunda-feira (03) em live realizada pelos canais oficiais da prefeitura, o prefeito Ary Vanazzi explicou a medida e lembrou que essas doses, após abertas, têm um prazo de até 6 horas para serem aplicadas antes de perderem a validade.

“Quando chega ao final da tarde, sobra vacina e não dá tempo de procurar toda a população que ainda não foi vacinada. Por este motivo tomamos a decisão de utilizar o que sobram nos frascos, ao final do dia, para imunizar os professores da região, até para viabilizar, gradativamente, o retorno do calendário escolar.

Conforme a comunicação da prefeitura, a vacinação dos educadores ocorrerá na Vigilância em Saúde, sendo agendada diretamente com as instituições de ensino. Segundo Vanazzi, serão imunizados inicialmente os corpos docentes dos colégios localizados em regiões com maior índice de contaminação pelo coronavírus e suas variantes.

Insegurança Jurídica

Em decisão proferida na noite da última segunda-feira (03) o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandoski suspendeu a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) que garantia prioridade para a vacinação dos professores e policiais na cidade carioca. A decisão provoca insegurança jurídica, uma vez que seus efeitos podem se estender para outras cidades do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =

Whatsapp