Sindicato participa da apresentação do Projeto de Desenvolvimento do Município da Câmara Temática da Indústria de São Leopoldo

Diretores do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Leopoldo e Região (STIMMMESL) participaram da apresentação do Projeto de Desenvolvimento do Município de São Leopoldo da Câmara Temática da Indústria, realizado na prefeitura, na manhã desta quarta-feira (11). A atividade reuniu representantes do poder público, empresários, trabalhadores da região e da Unisinos.

O prefeito Ary Vanazzi (PT) lembrou o início dos debates que criaram a Câmara Temática e o importante espaço de convergência que ela se tornou. “É nossa preocupação darmos um salto na indústria e para isso, temos que apostar na nossa capacidade de diálogo e de sinergia”, destacou o prefeito.

 

 

O professor da Unisinos, Carlos Alberto Diehl apresentou o projeto que entre objetivos pretende traçar um diagnóstico do setor industrial, organizar subprojetos e desenvolver condições estruturais para o desenvolvimento industrial. “Quando juntamos poder público, empresários e trabalhadores é um cenário perfeito”, avaliou ao explicar as etapas do projeto.

“A Universidade está aberta ao debate e o projeto é uma proposta para ser construída em conjunto com a Câmara Temática, em um grande trabalho coletivo”, afirmou o professor.

O secretário de Finanças da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do RS (FTM-RS), Milton Viário falou em nome das entidades de classe e ressaltou que o encontro de hoje é uma prestação de contas. “Trabalhamos desde março de 2021 e a Câmara foi instituída em dezembro, nos reunimos praticamente a cada 15 dias para pensar a indústria”, contou.

 

 

“Estamos fazendo algo novo e com certeza chegaremos a resultados diferentes. Todo o período do ano passado foi para quebrar a resistência entre nós e agora estamos colocando os alicerces desse projeto. Neste sentido, o próximo passo é produzir resultados para Câmara Temática e para o conjunto da sociedade”, declarou.

O secretário-geral da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), Loricardo de Oliveira, afirmou que a Câmara Temática é um modelo para o Brasil. Segundo ele, a CNM já faz o debate de ter espaços como este em diversas cidades do país. “Precisamos pensar o desenvolvimento industrial pensando também o desenvolvimento sustentável”, defendeu Loricardo.

 

 

O presidente do STIMMMESL, Valmir Lodi afirmou que é papel do sindicato debater o futuro da indústria, a qualificação e valorização dos trabalhadores. “Não podemos aceitar terceirização, por exemplo, queremos todos os trabalhadores com carteira assinada. Assim como defendemos incentivos para as pequenas e médias empresas também”, disse ele.

 

 

O STIMMMESL é membro da Câmara que tem como objetivo propor e envolver a sociedade num projeto que pretende desenvolver o protagonismo da indústria de São Leopoldo. Atualmente, a cidade tem cerca 1300 empresas que empregam 23 mil trabalhadores, o que representa 40% das pessoas com vínculo empregatício.

 

Fonte: STIMMMESL

Fotos: Renata Machado (STIMMMESL)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 8 =

Whatsapp