Sindicatos da indústria uruguaia se organizam em uma Confederação

Os sindicatos filiados ao IndustriALL anunciaram que estão finalizando os detalhes para formar a primeira confederação sindical nacional da indústria. Com esta iniciativa vão procurar defender o emprego de qualidade e a indústria nacional

 

Os sindicatos se reuniram no dia 3 de setembro para analisar a situação do setor no país. Durante o encontro, eles anunciaram que o congresso de fundação da “Confederação dos Sindicatos da Indústria” será no dia 12 de dezembro. Até lá, as 12 organizações sindicais que o integrarão desenvolverão diversas ações em conjunto.

Aprovaram um plano de ação que inclui a adesão a uma paralisação geral das atividades convocada pela central sindical uruguaia PIT-CNT em defesa do emprego, do salário, da qualidade dos serviços públicos e da educação pública para o dia 17 de setembro. Por sua vez, eles vão promover uma campanha de arrecadação de assinaturas em defesa do setor e do emprego de qualidade, e uma greve parcial do setor no dia 8 de outubro.

O secretário-geral do PIT-CNT e do Sindicato Nacional dos Metalúrgicos e Filiais Aliadas (UNTMRA, afiliado ao IndustriALL Global Union), Marcelo Abdala, disse:

“É um grupo de sindicatos industriais que já estavam relativamente coordenados no momento da mobilização e da luta, vinculados à defesa do trabalho e para desenvolver uma negociação industrial mais importante e sólida no Uruguai. Resolveram construir uma nova organização, uma Confederação com participação direta dos trabalhadores, com uma rede de encontros entre todas as lideranças sindicais, processos de assembleia no local de trabalho e um congresso democrático.

É importante porque ajudará a posicionar os trabalhadores como atores industriais, em um mundo que está mudando muito devido à globalização do capital, às tecnologias disruptivas que avançam no mundo do trabalho e a uma nova geopolítica. Queremos que pensem no desenvolvimento do país e numa economia diferenciada que permita efetivamente uma boa qualidade de vida à população. ”

Participam da iniciativa os três sindicatos filiados ao IndustriALL no Uruguai – UNTMRA, o Sindicato dos Curtidores (UOC) e a Federação dos Trabalhadores na Papeleira e Cartoneros do Uruguai (FOPCU). As 3 organizações sindicais trabalham juntas há anos para promover interesses comuns.

Por exemplo, eles desenvolveram uma marcha em 2015 em defesa de um salário mínimo, educação, segurança e saúde; mais uma mobilização em 2017 em defesa da indústria nacional e na demanda por um trabalho de qualidade. Por sua vez, participam atualmente no projeto “ Indústria Integrada ” do Instituto Cuesta Duarte e do Inefop.

O objetivo do projeto é analisar a revolução científica e tecnológica (indústria 4.0) e construir propostas para estimular o emprego, o crescimento das atividades produtivas e a criação de uma política industrial sustentável. Os sindicatos trabalharão com o governo e o setor empresarial para negociar políticas públicas e privadas que permitam uma transição justa, que fortaleçam a indústria nacional e garantam empregos decentes.

 

Fonte: IndustriALL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =

Whatsapp