Educação Pública de São Leopoldo retoma aulas presenciais a partir de 3 de agosto

O prefeito Ary Vannazi informou  que calendário escolar da Educação Básica 
será retomado  de forma semi-presencial na cidade

O plano de ação para o retorno foi construído coletivamente pela secretaria de Educação de São Leopoldo, junto às supervisoras, respeitando a autonomia pedagógica de cada escola e levando em conta as diferentes realidades. O retorno será na modalidade semipresencial, isto é, enquanto um grupo de alunos é atendido de forma presencial na escola, outro grupo acessará a plataforma/atividades impressas e vice-versa.

As turmas serão divididas dois grupos para atendimento presencial com até 50% de estudantes, respeitando o distanciamento de 1,5 metro conforme protocolo sanitário. A carga horária presencial será de três horas diárias e uma hora de atividade diária complementar.

Com o aumento de doses de vacina contra covid-19 aplicadas na população de São Leopoldo e melhora dos indicadores sanitários, as aulas presenciais na rede municipal de ensino já têm previsão para retorno. Após alguns adiamentos, a volta dos estudantes à sala de aula ocorrerá, de forma gradual, a partir do dia 3 de agosto. O calendário foi anunciado pelo prefeito Ary Vanazzi, após reunião com representantes do setor.

O retorno iniciará com a Educação Infantil. No dia 2 de agosto, voltam os profissionais de educação desta etapa e as crianças retornam na terça-feira, dia 3. No dia 9 de agosto, retornam professoras e professores do 1º e 2º anos e os estudantes no dia seguinte, 10.

Em 16 de agosto, é a vez dos professores de 3º, 4º e 5º anos e respectivos estudantes no dia 17. No dia 23, retornam os professores de 6º, 7º, 8º, 9º, EJA e Acelera e, no dia posterior, os estudantes. O retorno atenderá todos os protocolos sanitários de distanciamento, capacidade máxima de até 50% de estudantes por turma, além do fornecimento da alimentação também seguindo o regramento sanitário.
O plano de ação para o retorno foi construído coletivamente pela secretaria de Educação de São Leopoldo, junto às supervisoras, respeitando a autonomia pedagógica de cada escola e levando em conta as diferentes realidades. O retorno será na modalidade semipresencial, isto é, enquanto um grupo de alunos é atendido de forma presencial na escola, outro grupo acessará a plataforma/atividades impressas e vice-versa.
As turmas serão divididas dois grupos para atendimento presencial com até 50% de estudantes, respeitando o distanciamento de 1,5 metro conforme protocolo sanitário. A carga horária presencial será de três horas diárias e uma hora de atividade diária complementar.

8º, 9º, EJA e Acelera e, no dia posterior, os estudantes. O retorno atenderá todos os protocolos sanitários de distanciamento, capacidade máxima de até 50% de estudantes por turma, além do fornecimento da alimentação também seguindo o regramento sanitário.

O plano de ação para o retorno foi construído coletivamente pela secretaria de Educação de São Leopoldo, junto às supervisoras, respeitando a autonomia pedagógica de cada escola e levando em conta as diferentes realidades. O retorno será na modalidade semipresencial, isto é, enquanto um grupo de alunos é atendido de forma presencial na escola, outro grupo acessará a plataforma/atividades impressas e vice-versa.
As turmas serão divididas dois grupos para atendimento presencial com até 50% de estudantes, respeitando o distanciamento de 1,5 metro conforme protocolo sanitário. A carga horária presencial será de três horas diárias e uma hora de atividade diária complementar.
Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 1 =

Whatsapp