IndustriALL e o Grupo H&M fortalecem colaboração para recuperação da indústria global de roupas

Colaboração foi fundamental para apoiar a indústria e
a cadeia de suprimentos durante este período

A atual pandemia está colocando uma enorme pressão sobre a indústria global de vestuário. IndustriALL Global Union e o gigante da moda sueco, o grupo H&M, reafirmaram seu compromisso de trabalhar juntos para promover a recuperação social e econômica da indústria durante a crise do COVID-19.

Desde o início da crise, a H&M e a IndustriALL têm se mobilizado de diferentes formas, tanto bilateralmente quanto por meio de iniciativas com múltiplas partes interessadas. Essa colaboração foi fundamental para apoiar a indústria e a cadeia de suprimentos durante este período.

IndustriALL e H&M têm colaborado estreitamente tanto nacional como globalmente, particularmente dentro de comitês de monitoramento nacionais estabelecidos em seis países de acordo com o acordo-quadro global, originalmente assinado em 2015.

Para minimizar os impactos da pandemia global COVID-19 e consolidar a cooperação além dela, a H&M e a IndustriALL reafirmaram e fortaleceram publicamente seu compromisso de trabalhar em conjunto com os fornecedores.

“Os fabricantes precisam de estabilidade e previsibilidade para manter as condições de emprego e renda – esse é o tipo de compromisso que se manifesta por meio dessa declaração conjunta. Estamos trabalhando juntos para ajudar a indústria a desenvolver a força necessária para se recuperar da crise, preservar empregos e proteger os direitos e a renda dos trabalhadores ”, disse o secretário-geral do IndustriALL, Valter Sanches.

Yosef El-Natour, Gerente de Produção do Grupo H&M, declarou:

“A importância de uma colaboração próxima e significativa entre empresas e sindicatos tornou-se ainda mais evidente durante a pandemia. Somente unindo forças – especialmente no nível de fábrica – podemos usar nossa influência e conhecimento combinados para superar os desafios quando se trata de proteger os direitos trabalhistas fundamentais em face da COVID-19. ”

O acordo conjunto inclui os seguintes pontos:

– fortalecer o ambiente para o respeito à liberdade de associação e o direito à negociação coletiva em toda a cadeia de abastecimento de H&M;

– promover o diálogo social a todos os níveis como principal meio de resolução de conflitos;

– reafirmar os compromissos a favor de práticas de compra responsáveis ​​através de encomendas estáveis, respeito pelas condições de pagamento e promoção de condições que permitam aos fornecedores cumprir os pagamentos aos trabalhadores e manter o nível de emprego e rendimento;

– exigir que todos os fornecedores diretos e seus subcontratados implementem as medidas de segurança necessárias e forneçam o equipamento de proteção individual necessário;

– trabalhar em conjunto com governos e organizações empresariais para promover sua colaboração no âmbito do Call to Action da OIT e iniciativas semelhantes.

“Esta declaração conjunta confirma o compromisso genuíno da H&M em manter e fortalecer nossa estreita colaboração com base no acordo-quadro global. Embora haja desafios pela frente, melhores condições de trabalho e uma indústria de vestuário sustentável só podem ser alcançadas por meio da cooperação ”, disse Marie Nilsson, presidente do sindicato sueco IF Metall, co-signatário do acordo.

Fonte: Industriall

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =