Prefeitura e IFSul firmam convênio para qualificação profissional em diversas áreas em novas salas do Centro de Eventos

Diretores do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Leopoldo e Região (STIMMMESL) participaram da cerimônia

 

A Prefeitura de São Leopoldo e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul) realizaram, na manhã desta segunda-feira (14),  a assinatura de um convênio, que possibilitará a implementação de cursos de qualificação profissional na cidade. O evento foi realizado no Centro de Eventos (Ceven), local que passou por mudanças e reformas, recebendo novas salas e laboratórios, e que passará a ser ponto central das qualificações.

Serão ofertados seis cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), sendo dois deles articulados com a EJA de São Leopoldo, em um convênio entre Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC) para cursos de agentes culturais e operador de microcomputadores. Além destes, cursos de atualização tecnológica para educadores, cursos de programação WEB para jovens do ensino médio, além do curso gestor de micro empresa para pequenos empresários, assim como oficinas de podcasts na rede escolar. A seleção dos participantes será por meio de editais.

“É um passo muito importante para um dia termos um campus do IFSul em São Leopoldo. É um olhar para o futuro, pois sabemos a importância do ponto de vista econômico e social da nossa cidade. O Centro de Eventos estará aberto para atividades ligadas a tecnologia, do ensino e a indústria”, disse o prefeito Vanazzi.

 

 

O reitor do Instituto, Flávio Barbosa Nunes, declarou estar empolgado com a oferta de qualificação na cidade. “A educação profissional e tecnológica é transformadora de vidas. Lutamos para que possamos, cada vez mais, levar às pessoas essa educação”, comentou. O diretor geral do IFSul – Campus Sapucaia, Fabio Moraes Lemes, exprimiu o caráter símbolo de firmação do convênio. “A ocupação física é um marco significativo. Quando movemos a educação, mexemos no futuro, mas também no presente”.

“Uma decisão política correta é capaz de otimizar e garantir direitos para as pessoas. Em São Leopoldo, se valoriza a ciência. Quando vejo a assinatura desse convênio, vejo a integração entre a educação básica, a profissional e tecnológica, assegurando o direito a educação”, falou a deputada federal Maria do Rosário (PT). A representante nacional é responsável pela emenda parlamentar que possibilitou a instalação das salas e do laboratório.

Para o assessor de Planejamento de Governo, Nelsinho Metalúrgico, a assinatura do convênio é um passo importante. “Para nós que queremos um país de inclusão, oportunidades e que tenha um projeto de desenvolvimento que fortaleça nossa capacidade produtiva e que incentive os jovens e trabalhadores na qualificação, esses cursos são essenciais”, declarou.

O vereador Tiago Silveira (PT) lembrou sua história com a educação. “Quando se investe na educação dos jovens, está se garantindo um futuro melhor e mais digno Quero garantir um desenvolvimento pleno para as habilidades intelectuais e isso traz a capacidade de mudar o lugar onde a gente mora”, contou. Para a diretora da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes), Gabriela Affonso, o IFSul é um local para além da educação. “O Instituto Federal é um lugar onde se aprende a ser cidadão”, expressou.

O ato contou ainda com a presença dos titulares das secretarias: Geral de Governo, Educação, Saúde, Assistência Social, Desenvolvimento Econômico Turístico e Tecnológico, Políticas para as Mulheres, Esporte e Lazer e Administração. Além destes, participaram os vereadores Iara Cardoso (PDT), Ana Affonso (PT), Nadir Jesus (PT) e Rafael Souza (PDT), a diretora da Fundação Centro de Eventos, Edite Lisboa, representantes do IFSul do Câmpus Sapucaia do Sul e Novo Hamburgo e do Sindicato dos Metalúrgicos.

 

Fonte: Scom/PMSL

Foto: Genilso Vargas da Rosa (STIMMMESL)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + dezenove =