Após paralisação, trabalhadores da Flow Form conquistam aumento de 25% no VR

As trabalhadoras e trabalhadores da Flow Form cruzaram os braços nesta quarta-feira (21) e conquistaram um aumento de 25% no vale-refeição (VR). A paralisação que teve 100% de adesão foi aprovada em assembleia com o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Leopoldo e Região (STIMMMESL). As principais reivindicações eram o reajuste no VR e a regularização do FGTS, por parte da empresa.

De acordo com o presidente do Sindicato, Valmir Lodi, os trabalhadores já estavam cansados após várias tentativas de negociações frustradas. “Além da conquista do aumento no vale, ficou acertado que a empresa vai corrigir o VR pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT)”, contou ele ao garantir que o Sindicato não vai abrir mão de nenhum direito dos trabalhadores.

Os depósitos do Fundo de Garantia também estão atrasados e a empresa se comprometeu em colocar em dia o FGTS dos trabalhadores, a partir de setembro.

Os trabalhadores das empresas que não estão em dia tem que fazer como foi feito na Flow Form. Até porque os patrões só enxergam os trabalhadores quando não sai a produção. A nossa campanha salarial está apenas começando e vamos lutar por uma boa Convenção Coletiva”, afirmou Valmir.

Fonte: STIMMMESL

Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =