Sindicato promove seminário sobre a Reforma da Previdência nesta quinta

O objetivo do Sindicato é abrir os olhos dos trabalhadores (as) e população em geral sobre o risco da proposta de Bolsonaro

Para tirar as dúvidas dos trabalhadores e trabalhadoras, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Leopoldo e Região e a assessoria jurídica da entidade Young, Dias, Lauxen & Lima Advogados Associados promovem um seminário sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 6/2019), da Reforma da Previdência. A atividade acontece nesta quinta-feira (25), às 18h30, na sede da entidade e é direcionada para toda a categoria.

“É uma baita oportunidade para os trabalhadores da nossa base entenderem como essa proposta do Bolsonaro é perigosa para a classe trabalhadora. Os nossos advogados vão explicar os principais pontos da PEC”, declara o presidente do STIMMMESL, Valmir Lodi.

Tramitação

No último dia 9, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal se reuniu para receber o parecer do deputado federal Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), relator da Reforma da Previdência. A sessão foi bastante confusa, o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-SP) foi criticado por parlamentares por querer apressar procedimentos. Nesta fase, o colegiado analisa a admissibilidade do texto, ou seja, se as mudanças são possíveis segundo a Constituição. Caso seja admitida, a proposta segue para análise de mérito a ser realizada por comissão especial.

Valmir acredita que é importante acompanharmos a tramitação da PEC no Congresso. “Essa reforma é na verdade uma deforma, pois coloca em risco o futuro dos brasileiros e atinge todo mundo, quem já está aposentado e que está no mercado de trabalho”.

Para ele, os trabalhadores devem ir às ruas defender a Previdência Social. “Nós não vamos morrer trabalhando e é importante todo mundo saber do que se trata essa reforma para não acreditar no que a mídia divulga. Por isso, contamos com a presença de todos no seminário, dia 25”, enfatiza Valmir.

 

Fonte: STIMMMESL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 1 =

Whatsapp