Trabalhadores de Camaçari aprovam acordo de indenização com a Ford

Sindicato dos Metalúrgicos garantiu direitos e pagamentos de salários para os próximos meses

A Ford e o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, na Bahia, fecharam, desta quarta-feira (12), um acordo para a indenização dos cerca de 4 mil trabalhadores da fábrica que será fechada nas próximas semanas. Em assembleia, os trabalhadores aprovaram, de forma unânime, a negociação do sindicato e asseguraram direitos para os próximos meses.

A negociação garantiu aos trabalhadores, além dos direitos de rescisão de contratos, o recebimento de dois salários extras por ano trabalhado, sendo que o valor mínimo a ser recebido é de R$ 130 mil. Aos mensalistas será pago um salário a mais por ano de serviço. O plano de saúde será mantido por mais seis meses e, aos funcionários acometidos por lesão incapacitante, será concedida uma indenização especial.

O presidente do Sindicato de Camaçari, Júlio Bonfim, celebrou o desfecho das negociações. “O acordo foi negociado com muita habilidade pelo sindicato para garantir a melhor rescisão possível, o que foi referendado pelos trabalhadores. Diante do fechamento da montadora, só restou a opção de lutar pelos direitos da categoria. Assim, a exaustiva negociação terminou de forma positiva.”

A fábrica da Ford na Bahia segue funcionando com operações parciais, produzindo peças para o mercado de reposição. O grupo já iniciou negociações para a venda das duas instalações. Em janeiro, a multinacional anunciou que deixaria de produzir veículos no Brasil, e passaria apenas a vender modelos importados da marca. Com isso, informou o fechamento da fábrica da Bahia e a do interior de São Paulo, que empregava outras 750 pessoas.

No último dia 7, os trabalhadores na Ford de Taubaté, no interior paulista, também aprovaram o acordo de um plano de demissão incentivada (PDI) negociada entre a empresa e o Sindicato dos Metalúrgicos da região.

Fonte: Rede Brasil Atual (RBA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − seis =

Whatsapp