Metalúrgicos preparam campanha salarial de 2021 em semana de atividades nas portas de fábricas de São Leopoldo e região

Luta por imunização da categoria e dissídio da categoria estiveram
entre temas abordados durante as atividades

Diretores do sindicato dos Metalúrgicos e região realizaram atividades em frentes às fábricas  da Gedore Ferramentas S/A, Taurus e Gerdau e Stihl, em  Sapucaia do Sul e São Leopoldo, na última semana, enquanto mobilizavam a categoria para a assembleia de aprovação de pauta da campanha salarial de 2021, que acontece nesta quinta-feira (24), a partir das 18h30min, na sede do sindicado ( Av. David Canabarro, 106, Morro do Espelho).

Em cima do carro de som, os diretores falaram aos trabalhadores metalúrgicos durante a troca de turno das empresas e enfatizaram a importância dos protocolos sanitários recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no combate à pandemia, como o uso de álcool gel, máscara e a constante higienização das mãos com água e sabão.

Os dirigentes sindicais também reivindicaram a imunização de todos os trabalhadores e trabalhadoras contra a covid-19, que já vitimou mais de 50 mil pessoas no Rio Grande do Sul, mais 600 destes óbitos somente no município.

“No início, as fábricas iriam vacinar apenas os trabalhadores que residem em São Leopoldo, deixando uma enorme leva de metalúrgicos, que trabalham aqui mas que moram em cidades vizinhas, sem o direito à vacinação. Nós compramos esta briga e agora todos os trabalhadores de fábricas da região serão imunizados, independente da cidade em que residam”, destacou Valmir, que comemora a decisão tomada pelo prefeito Ary Vanazzi (PT), após diálogo com o sindicato.

Metalúrgicos querem fatia do bolo de lucro recorde das indústrias leopoldenses

A assembleia da categoria também foi abordada pelos sindicalistas, que de cima do carro de som, chamavam atenção para o contraste entre a situação da categoria e das empresas, que registraram lucro recorde no último período.

Para o vice-presidente do Sindicato, Rogério Bandeira Cidade, o “Bicudo”, é hora de o conjunto dos trabalhadores metalúrgicos exigirem suas fatias do bolo.

“A indústria nunca cresceu tanto no município como no último ano. Os lucros da Gerdau, Taurus e Stihl em 2020 estão aí para provar o que estou dizendo. Enquanto os bolsos dos patrões engordam, a categoria amarga perdas salariais de uma inflação enorme. Não vamos aceitar isso quietos, queremos reposição e aumento real”, enfatizou o diretor, ao chamar a todos para a assembleia de quinta-feira.

“No dia 24 nós temos um encontro marcado com o futuro do nosso dissídio. É fundamental que quem é associado participe e dê sua contribuição para a definição da nossa pauta de negociação”, afirmou.

Podem participar da assembleia todos os integrantes das categorias constantes no Estatuto Social da entidade. A última chamada da Assembleia está marcada para 19h. Mais informações sobre o assunto podem ser obtidas entre às 9h e 18h, junto à secretaria do sindicato, pelo telefone (51) 3592.8169 ou através do e-mail imprensa.stimmme@gmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × quatro =

Whatsapp