Grande marcha de lançamento da Campanha Salarial 2012 dos metalúrgicos do RS

Realizando uma grande marcha nas ruas de Porto Alegre, dia 10, para alertar sobre a importância da saúde do trabalhador, tema da Campanha Salarial Unificada deste ano. A caminhada, que teve início na Praça Pinheiro Machado e seguiu até a Praça da Matriz, reuniu milhares de trabalhadores.

Em seguida, os metalúrgicos foram até a Assembleia Legislativa para levar o apoio ao Projeto de Lei do deputado estadual Nelsinho Metalúrgico, que propõe a revitalização dos Centros de Saúde do Trabalhador.

Na pauta de reivindicações entregue ao presidente do Legislativo estadual, Alexandre Postal, os metalúrgicos destacam o ambiente de trabalho inseguro, mutilador e causador de doenças e mortes. “Além dos imensuráveis prejuízos humanos, o descaso com a saúde e a segurança nos ambientes de trabalho privados causam enormes prejuízos de recursos públicos”, diz o presidente da Federação dos Metalúrgicos do Rio Grande do Sul (FTMRS), Flávio Fontana de Souza. De acordo com o último levantamento feito pela Previdência Social, são gastos anualmente em torno de R$ 10,7 bilhões com acidentes e doenças do trabalho.

Paulo Cayres falou da importância da campanha salarial estadual. “Esta marcha dos metalúrgicos do RS, pela sua

grandiosidade, com certeza dará o tom que será impresso por todas as nossas Federações pelo Brasil, pois desta maneira reduzimos as diferenças regionais existentes no próprio estado. A nossa pauta como sempre tratará das questões econômicas, porém pelo grande número de trabalhadores lesionados e acidentes que vem ocorrendo daremos um foco especial na melhoria das condições de trabalho, embora já façamos isto, os resultados estão aquém daquilo que almejamos  e por essas razões, este reforço. Lutamos para que tenhamos mais acordos nos estados e, dessa forma, construir a negociação coletiva nacional, objetivando melhores condições de salário, trabalho e a organização no local de trabalho. Para tanto, a presença da CNM/CUT nestas campanhas será permanente,” enfatizou o dirigente.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =