Lula convida e Marinho aceita ser ministro do Trabalho

O presidente eleito e já diplomado, Lula (PT), convidou e o deputado federal eleito Luiz Marinho (PT-SP) aceitou comandar novamente o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A notícia foi inicialmente publicada no Estadão. Segundo o jornal, integrantes da equipe de transição e da cúpula do PT confirmaram o convite, feito após articulação das centrais sindicais.

Muito próximo a Lula, Marinho começou a trabalhar na Volkswagen na década de 1970 e iniciou sua participação no movimento sindical assim que foi contratado pela montadora.

Ele foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (SMABC) até 2003 e sua gestão ficou marcada pela luta contra as demissões no setor automotivo em 1998, como as dez mil anunciadas na Volks e 2.800 na Ford.

No primeiro mandato de Lula na presidência da República, Marinho deixou a direção do SMABC para assumir a presidência da CUT Nacional.

Em 2005, a convite de Lula, Marinho assumiu o Ministério do Trabalho, onde ficou de 12 de julho de 2005 a 29 de março de 2007. Depois, ele foi ministro da Previdência Social, de 29 de março de 2007 a 3 de junho de 2008.

Em junho de 2008, Marinho saiu da Previdência para se candidatar ao cargo de prefeito de São Bernardo do Campo (SP). Ganhou a eleição naquele ano e foi reeleito quatro anos depois.

Atualmente, Marinho preside o diretório estadual do PT em São Paulo e foi eleito deputado federal nas eleições de outubro.

 

Fonte: CUT Nacional

Foto: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + seis =